MENU

Casamento no Alentejo em Alcaçovas

Ontem dia 8, parti as 9 da manhã em direcção a Alcáçovas, tinha pela frente uma hora e meia de viagem, objectivo registar os pormenores do fato do Tiago e os seus preparativos.

Arranquei direito a Setúbal e depois de de percorrer alguns quilómetros começa a ver a típica paisagem alentejana, sobreiros, oliveiras.

Durante alguns quilómetros  o rio Sado foi um dos meus companheiros de viagem.

Assim que cheguei na casa do noivo, comecei logo a fazer as típicas perguntas, se ia usar gravata ou papillon, o relógio, perfume, sapatos, botões de punho e aos pouco começo a registar os pormenores da indumentária do Tiago.

Entretanto peço ao noivo, para começar se a vestir e quando vai para colocar o laço peço a mãe Fortuna para lhe dar aquele toque especial, que só uma Mãe sabe dar num filho. Um jeitinho daqui um, jeitinho de acolá e o laço fica direito, já que a Mãe estava arrumar o seu menino, sugiro para que ajude o seu filho a vestir o colete e mais uma vez que dê aquele toque especial.

Claro que o Pai também tinha que aparecer, então peço ao Francisco para vestir o casaco ao Tiago e dar lhe um jeito na zona dos ombros e da gola do casaco. Faço uns retratos do noivo ele coloca o perfume e eu vou me embora…

Chega o momento de fazer mais alguns quilómetros  em direcção a Alfundão, tenho a noiva na sua casa a fazer a maquilhagem, pelo caminho avisto um campo de girassóis o amarelo a fazer contraste com azul do céu.

Quando chego está a Catarina (maquilhadora) a preparar a Susana (a noiva), cremes, bases, batons, rimel uma mesa chega de produtos para deixar a Susana mais especial para o grande dia.

Lá vou eu mais uma vez pergunto pelos sapatos, porta alianças, perfume, buquê, vestido e começo logo a registar todos os pormenores, até algumas rendas do vestido.

 

Entretanto a Susana, fica pronta da maquilhagem e converso com as meninas que vão ajudar a vestir de noiva, que eu quero que registar alguns momentos divertidos.

Desta vez as meninas ajudam a Susana a se vestir e a fechar aqueles botões difíceis que todas a noivas conhecem para além da fitas que aperta na costas.

Mal terminei de de registar esses momentos que vão um dia mais tarde ser a recordação daquele, grande dia faço uns retratos da Susana sempre bem dispostas e com um sorriso natural e uma grande a vontade.

Assim que termino, lá vou para mais uma voltinha desta vez a caminho da Igreja  Matriz de Alcáçovas, eternizar a decoração da Igreja e do ambiente, começa a entrar os convidados na igreja e depois chega o Tiago.

Mas desta vez a entrada neste casamento foi diferente, o Tiago entrou acompanhado com os País!

O Tiago fica no altar a espera da sua esposa,  mal entra as damas de honor, as meninas das alianças, a noiva assim que  entrar na igreja e vê o seu esposo começa a chorar.

Sim a Susana, parou no meio do caminho do Altar para enxugar as lágrimas!

Na saída houve arroz cor de rosa e pétalas, vejam só a chuva  sobre os noivos.

Depois do arroz  fomos para Festa na Quinta do Cerrado, enquanto os convidados petiscavam no cocktail, registei um pouco a decoração e o ambiente da quinta.

Entretanto fiz uma imagem da noiva só com as damas de honor.

Na sessão ao por do sol o casal sempre bem disposto, olhem só este momento de cumplicidade e alegria.

A meio da noite ouve se os rapazes a cantar, o típico cantar alentejano, o som vinha da zona do bar.

Logo de seguida fomos fazer umas fotos no espaço da quinta ao luar com  um carro clássico.

Olhem só bolo com uns apontamentos de rosas brancas e cor de rosa.

Houve caminho iluminado com sparkles e até balões de leds.

Depois do corte do bolo, houve foto preso para aquecer os corações do casal e dos convidados.

Mas não pensem que acabou por aqui…

A Susana lançou o buquê, mas até os homens tiveram direito ao lançamento de uma flor para os solteiros, reparem bem como eles fugiram.

E a festa durou até as tantas da madrugada, nem os pequenos resistiram a tanta emoção num só dia.

Gostavas de ter o teu grande dia assim registado, cheio de momentos de emoção?

Comments
Add Your Comment

CLOSE
Translate »